quinta-feira, 8 de setembro de 2011

OLIGOELEMENTOS - OLIGOELEMENTOS E O CÂNCER - suplementação de minerais - Dra. Kousmine


Os oligoelementos estão presentes no solo, na água, nos micro Organismos, plantas, animais e seres humanos
 Estas substâncias atuam no corpo humano como catalisadores e reguladores de processos vitais.

Alguns dos oligoelementos de importância vital são: selênio, magnésio, manganês, zinco, cobre, iodo, ferro, alumínio, lítio, germânio, rubídio, césio , molibdênio, níquel e cobalto. 

 Como o Dr. Kousmine cita -  "reações químicas no corpo humano só podem se desenvolver graças a catálise. O processo catalítico permite a orientação, a distribuição de velocidade e de energia nos processos orgânicos ". 

O mundo da medicina ocidental foi confrontado com os últimos séculos em muitas doenças diferentes em suas formas e aspectos, mas que partilham uma relação direta com um declínio geral e imunidade gradual do homem. 

A evolução da doença devido a parasitas e bacilos (sífilis, hanseníase e tuberculose, principalmente) e as doenças causadas por bactérias (pneumonia, várias infecções ...) foi significativamente influenciada pela descoberta dos antibióticos. 

Então, como uma conseqüência da evolução da civilização, o câncer e as doenças mentais estão se desenvolvendo rapidamente. 

 Ambas diferem das doenças anteriores no sentido de que  não são contagiosas e usam abordagens terapêuticas mais agressivas (quimioterapia anti-tumor, a radioterapia para o primeiro, neurolépticos e psicotrópicos para segundos ). 

No final do século XX aparecem novas doenças relacionadas aos vírus e as doenças auto-imunes.  Este fato reflete claramente como está havendo um declínio da imunidade do ser humano.

Se o tratamento com antibióticos, a princípio,  foram eficaz  para doenças infecciosas, os tratamentos atuais não estão sendo para o câncer e para as doenças mentais, infelizmente.

É como se os tratamentos atualmente disponíveis para estes casos estivesse incompleto.

Apenas considerar a doença como tal sem considerar o próprio organismo como um todo não está resolvendo.


O que muito ajuda é ajudar  o corpo a encontrar suas forças para lutar contra a doença.

O que pode ajudar ? Segundo pesquisas do Dr. Kousmine e vários outros pesquisadores:

Uma dieta saudável e suplementação de nutrientes 

Muitas doenças do nosso tempo estão crescendo em parte por causa das mudanças que ocorreram em nossa dieta. 
- Certos alimentos essenciais para a manutenção da nossa boa saúde estão desaparecendo das nossas mesas: grãos integrais, óleos prensados ​​a frio ricos em ácidos graxos insaturados. Isso vem criando deficiências crônicas de certas vitaminas (vitaminas do complexo B, vitamina E) e oligoelementos. 


- O  consumo excessivo de proteína animal, açúcar, gorduras ... aumentam mais ainda essas deficiências! Sabemos que uma dieta rica em proteína e gordura é responsável causam a diminuição de vitamina B12 e cálcio. 

- Uma dieta errada durante anos no corpo causam deficiências que pedem uma suplementação de várias vitaminas e oligoelementos. 

A doença necessita  desses elementos para ser combatida. Devemos, portanto fazer um suplementação de vitaminas e oligoelementos. Uma boa alimentação não fornece atualmente as  quantidades adequadas. 

- As novas  dietas muito ricas em açúcar, proteína, gorduras, químicas, conservante entre tantos outros alteram a flora normal do intestino e passamos a ter as consequências de uma flora patogênica de putrefação que agridem o nosso corpo pela emissão de toxinas . Isso afeta o estado geral e contribui para o agravamento de doenças sistêmicas por promover uma deficiência do sistema imunológico.

- A falta de certas vitaminas e dos oligoelementos  causam: Acidificação do corpo, 
Enfraquecimento, 
Fadiga crônica, 
Maior susceptibilidade às infecção e o aumento de todos os fenômenos dolorosos. 

OLIGO ELEMENTOS E O CÂNCER

No que se relaciona ao estudo do câncer, alguns oligoelementos são muito importantes. 

Isto porque a sua ausência, excesso ou diminuição determinam alterações bioquímicas em pacientes com câncer. 

Por exemplo, a deficiência de cálcio, está associada com o risco de desenvolvimento de cancro do cólon. 

Outros estudos indicam o selênio na prevenção do câncer da próstata, e também atua na elasticidade do tecido. 
Alguns dos oligoelementos de importância vital, e que estão relacionados com o câncer  são: selênio, magnésio, manganês, zinco, cobre, iodo, ferro, alumínio, lítio, germânio, rubídio, césio , molibdênio, níquel e cobalto. 

Estudos epidemiológicos conduzidos principalmente na Ásia, indicam que níveis elevados de sal, produtos defumados e alimentos picantes aumentam o risco de câncer. (Na verdade, as células cancerosas apresentam níveis elevados de sódio) VALE OBSERVAR O SÓDIO/SAL NOS ALIMENTOS QUE VOCÊ CONSOME .