quinta-feira, 8 de setembro de 2011

22 - MINERAIS - IMPORTÂNCIA - CARÊNCIA - EXCESSO FONTES

MINERAIS
FUNÇÕES / IMPORTÂNCIA
CARÊNCIA / EXCESSO
FONTES
Sódio (Na)
É essencial a motilidade e excitabilidade muscular e na distribuição orgânica de água e volume sangüíneo
Carência – lentidão de movimentos, fraqueza e cãibras musculares, apatia, falta de apetite redução do volume urinário, convulsões.
Excesso – Pressão alta, dores de cabeça, delírio, parada respiratória, eritema da pele.
sal de cozinha, leite e derivados, batata, grãos, acelga, abacate, beterraba, queijos
Potássio (K)
Atua no equilíbrio de água do organismo, ajuda no armazenamento de proteínas musculares, na função renal, na contração do músculo do coração e na tonicidade muscular, promove também o crescimento celular
Carência – vômitos, distensão abdominal, redução ou ausência de reflexos, dificuldade para respirar, hipotensão (pressão baixa), dilatação cardíaca, arritmia, fraqueza muscular.
Excesso – cãibras, paralisia muscular, confusão mental, distúrbios cardíacos, respiração fraca, dor nas extremidades do corpo, parestesia.
Amendoim, frutas (melão, banana), leite, cereais integrais, castanha de caju, espinafre, batata doce e inglesa, água de coco.
Cálcio (Ca)
Atua na construção de ossos e dentes, na coagulação sangüínea. Tendo também papel fundamental na contração e relaxamento muscular, é necessário para transmissão nervosa e regulação dos batimentos cardíacos.
Carência – deformidades ósseas (osteoporose, osteomalácia e raquitismo), convulsões, paralisia muscular, hipertensão.
Excesso – Calcificação excessiva dos ossos e tecidos moles, interferência na absorção do ferro, falência renal, comportamento anormal (psicose).
Vegetais de folhas escuras (couve, mostarda, brócolis, etc.), leites e derivados, cereais, feijão e frutas.
Fósforo (P)
Integra a estrutura dos ossos e dentes, atua na contração muscular e participa ativamente no metabolismo dos carboidratos.
Carência – dor óssea, osteomalácia, hipoparatiereoidismo, resistência à insulina, delírios, perda de memória, taquicardia, cãibras, dores musculares.
Excesso – confusão mental, sensação de peso nas pernas, hipertensão.
Leite, cereais, leguminosas, chás, café, frutas, castanha de caju, trigo, queijo.
Magnésio (Mg)
Está envolvido na formação de ossos e dentes, no funcionamento do sistema nervoso e muscular, e na formação de proteínas.
Carência – perda de apetite, náusea, vômito, sonolência, tremores, taquicardia, arritmia, atraso no crescimento.
Excesso – pressão baixa, problemas respiratórios, distúrbios no rítimo cardíaco.

Vegetais folhosos, cereais, grãos, sementes, leite, gérmen de trigo, centeio, farinha de soja, avelã.
Ferro (Fe)
Está envolvido na função imunológica, é essencial para a formação e transporte da hemoglobina, e tem um papel importantíssimo no transporte respiratório de oxigênio e gás carbônico.
Carência – anemia, dor de cabeça, fadiga, baixa resistência a infecções, fraqueza, feridas canto da boca, diminuição do paladar
Excesso – gasto metabólico, dor de cabeça, convulsões, náuseas, vômitos, febre, suor, pressão baixa.

açaí, brócolis, feijão, banana, melaço de cana, frutas secas, vegetais verde escuro – exceção do espinafre .
Zinco (Zn)
Participa do metabolismo dos nutrientes (carboidratos, lipídios e proteínas), também está envolvido na função de defesa do organismo e expressão da informação genética.
Carência – retardo no crescimento, atraso na maturação sexual, diminuição do paladar, lesões na pele, falta de apetite.
Excesso – náusea, vômito, diarréia.

leites e derivados, cereais, aveia, grão de soja.
Iodo (I)
É parte integrante dos hormônios tireoideanos.
Carência – bócio, durante a gestação sua falta pode afetar a tireoíde do feto a partir da 8ª semana de gestação.
Excesso – Uma super dose cutânea pode suprimir a atividade tireoideana.

Sal de cozinha iodado,  leite.
Flúor (F)
Deficiência de flúor: Cáries dentárias.

Excesso de flúor:  Manchas no esmalte dos dentes, osteoporose
É considerado como essencial devido ao seu efeito benéfico no esmalte dental, conferindo resistência máxima às cáries.
Carência – cárie dental.
Excesso – manchas nos esmaltes dos dentes.
Sua maior parte está na água potável fluorada. Nos vegetais depende da qualidade do solo.