quinta-feira, 8 de setembro de 2011

24 - IMPORTÂNCIA DOS NUTRIENTES - ÍONS


Todos os outros nutrientes incluindo proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e enzimas requerem uma variedade enorme de minerais para funcionar. 

Podemos dizer que os minerais são os elementos mais importantes para o organismo, pois estão na base e na estrutura dos macronutrientes, como proteínas, gorduras, carboidratos e vitaminas que, sem eles não teriam função alguma.

Embora os minerais representem uma pequena parte do peso do corpo humano, são imprescindíveis para todas as reações químicas, com ênfase no processo de geração de energia a partir dos carboidratos, gorduras e proteínas, participando ativamente no crescimento, na manutenção da homeostase e na regulação de todos os processos orgânicos, atuando no âmago de todas as funções celulares.

Dos fatores que causam a diminuição de O²(oxigênio) em nível celular, é a deficiência de minerais que vêm em maior destaque.

Nosso corpo é uma massa de energia elétrica de intercâmbio de “íons” que ativam enzimas. A engenharia enzimática dirige a complexa atividade química da célula viva. Nosso corpo “elétrico” utiliza esses minerais para conduzir o fluxo ótimo das funções corporais.


Os nossos sistemas de comunicação, visão, audição, por exemplo, necessitam de micronutrientes, que comandam todo o sistema cerebral, abrindo e fechando os neurônios. Mas esses micronutrientes não estão sendo fornecidos dentro dos parâmetros que os mesmos necessitam, e como consequência:  a pessoa fica tensa, nervosa, ansiosa, com perda de memória, dificuldade de raciocínio, tem pânico, ansiedade, depressão, entre outros sintomas e manifestações consideradas emocionais e psíquicas.