sábado, 10 de setembro de 2011

SUPLEMENTO CARBOVITAL - 100 cápsulas - composição - SAIS MINERAIS


CARBOVITAL COM 100 CÁPSULAS.


R$ 79,00 + envio por depósito bancário

pelo email : helofontoura@hotmail.com

 " A fossilização é o conjunto de processos que levam à formação de fósseis e está intimamente ligada com a formação das rochas sedimentares. "

Modo de usar: 1 cápsulas de manhã com o café da manhã  1 a noite = 2 cápsulas/dia. Pode colocar no suco e ou na comida.


Por que funciona:

A razão para a eficácia do tratamento é muito simples:  é que o carvão mineral é uma substância porosa, capaz de captar e de fixar muito do que existe de estranho ou tóxico contido no ar, na água, nos alimentos, no nosso corpo ou sobre a pele.

E tem também a propriedade de segurar esses componentes tóxicos, aditivos alimentares, agrotóxicos e adubos químicos, metais pesados, gases e detergentes, para depois expulsá-los do organismo. HF


O carvão mineral adsorve outras substâncias.

Adsorver e absorver: qual a diferença?
Adsorver e absorver, quimicamente falando são palavras que se diferem no comportamento frente a outras substâncias. 
Adsorver: adesão (fixação) de moléculas de um fluido (o adsorvido) a uma superfície sólida (o adsorvente). 
Na adsorção, átomos, moléculas ou íons de uma substância ficam retidos (fixados) na superfície de sólidos por interações químicas e físicas. 

Absorver: recolher em si, aspirar, sorver, sugar, embeber-se de. 
O ato de absorver refere-se à ação de recolher, por exemplo, uma esponja absorve água, mas o líquido sai facilmente quando ela é espremida, o que não ocorre com a adsorção.

O carvão mineral adsorve outras substâncias.

A composição dos suplementos feitos a partir dessa substância é bem complexa: bário, estrôncio, zircônio, vanádio, cobre, lantânio, cromo, ítrio, chumbo, níquel, cobalto, gálio, escândio, estanho, molibdênio, titânio, cádmio, prata, germânio e mais 15 elementos em sub-traços. Todos os elementos na dosagem correta (estão na quantidade oferecida pela natureza) .

Atentem aos modismos! Adquira o carvão mineral de quem já trabalha há mais de 40 anos e tem um nome reconhecido no mercado brasileiro e fora do Brasil.
CARBOVITAL  do Professor Antunes. . Diferente do carvão vegetal que vem da madeira queimada.

O carvão ativado ficou conhecido pelo seu combate a bactérias como as salmonelas.

MUITO IMPORTANTE:

O carvão mineral – CARBOVITAL - adsorve avidamente até as aflatoxinas, venenos produzidos pelos fungos do bolor, que podem prejudicar o sistema nervoso e causar câncer do fígado. 

As aflatoxinas que aparecem principalmente no pão e no amendoim embolorado também podem estar presentes no presunto defumado, no coco ralado, em nozes e em amêndoas.

O CARBOVITAL não APRESENTA EFEITOS COLATERAIS..

Nas regiões urbanas a ação do produto se mostra muito importante contra toxinas produzidas pelos bacilos da difteria, do tétano, do botulismo e da gangrena, como também os tóxicos e ácidos provenientes da decomposição dos alimentos.

 O naturalista Mário Fonseca faz estas recomendações e dá, abaixo, as dicas das múltiplas aplicações do produto.

1. Intoxicação por medicamentos - O cARBOVITAL adsorve muito bem os antidepressivos, os betabloqueadores, os bronco-dilatadores, os barbitúricos utilizados em dose excessiva (como na tentativa de suicídio) e muitos outros medicamentos.


2. Intoxicação por alimentos - Essas intoxicações são provocadas pela toxina secretada por um micróbio presente no alimento infectado (carnes, peixes, crustáceos, conservas, doces, etc). Ao capturar as bactérias e as toxinas o carvão impede que passem para o sangue.

3. Problemas digestivos - Como diarreia, gases e mau hálito. O carvão adsorve os próprios gases ou as bactérias intestinais que produzem os gases. Em casos de diarreia, o melhor tratamento é a reidratação acompanhada de carboterapia, pois o carvão é eficaz no combate às diarreias provocadas por medicamentos e também à diarreia tão desagradável do turista.



4. Picada de cobra, aranha, escorpião, abelha, vespa, contato com água- viva - Como o carvão ativado adsorve o veneno, aplica-se em forma de pasta, diretamente sobre a picada ou aplica-se uma compressa (envolvendo a pasta de carvão em uma gaze) coberta de plástico.



Como medida de primeiro socorro, em caso de picada de cobra, lava-se o local da picada com sabão e mergulha-se durante uma hora em água com carvão (1/2 xícara de carvão para 6 a 15 lts d'água). Depois, aplica-se uma compressa no local da picada, trocando-se a cada 15 minutos. Também se ministra, a cada 2 horas, por via oral, durante 3 dias. Mas atenção: essas aplicações não devem substituir a busca de ajuda para a aplicação do soro contra o veneno de cobra, aranha ou escorpião.


5. Problemas dos olhos, nariz, garganta e ouvidos - O carvão pode ser usado como germicida no tratamento de infecções superficiais. Um cataplasma de carvão representa, às vezes, o único tratamento de uma furunculose no canal auditivo. Também podemos branquear os dentes escovando-os com o carvão numa escova úmida.


6. Insuficiência renal aguda e crônica - Para combater as complicações infecciosas.


7. Icterícia grave do - Para a adsorção de bilirrubina. No caso de icterícia nuclear, foi possível reduzir a necessidade de transfusão, dando ao bebê 1/2 colher de chá de carvão ativado em uma mamadeira, a cada 3 horas.


8. Feridas infectadas com pus - Como ficou comprovado que os curativos com carvão ativado adsorvem bactérias, diminuem as secreções e reduzem o mau cheiro da ferida, a Grã-Bretanha emprega esses curativos nos campos de batalha. O carvão é também usado em hospitais para curativos de úlceras varicosas infectadas e feridas pós-operatórias infectadas.


9. Problemas de dependência - O carvão adsorve eficazmente muitas substâncias contidas nas bebidas alcoólicas (o álcool etílico e outras substâncias do gênero), responsáveis pelos sintomas da intoxicação alcoólica aguda. Também ficou comprovado que o carvão é um adsorvente eficaz de diversos alcaloides e principalmente da nicotina e da morfina.


10. Envelhecimento - Como o organismo, ao envelhecer, torna-se mais sensível aos agentes tóxicos, diversos geriatras comprovaram o efeito benéfico de uma dose diária e regular de até 4 cápsulas/dia , para pessoas de idade. A carboterapia bem conduzida pode regenerar o organismo e aumentar a longevidade.



O naturalista, professor de idiomas e tradutor Mário Fonseca está tentando introduzir em Brasília o carvão como saída para males tradicionais de regiões tropicais e subtropicais.

Mário Fonseca teve o primeiro contato com os benefícios do carvão das mãos de um dos seus introdutores como medicamento, o próprio professor Francisco Antunes.

- Minha saúde era muito frágil. Desde os 12 anos eu vivia cabisbaixo e tinha todo tipo de doença.



Há mais de 25 anos o professor Antunes, que criou diversos produtos naturais, me deu cápsulas de carvão ativado - CARBOVITAL. 

As turbulências na vida de Fonseca chegaram ao fim. Hoje, depois de três casamentos fracassados e sem abandonar o hábito da ingestão do carvão, ele afirma que trabalha meio expediente e vive em constante contato com a natureza.



O carvão do prof. Antunes pode ajudar em muitos casos:

- Restauração óssea gasta pela osteoporose;

-Combate à artrose, artrite e reumatoide;

- Elimina ou atenua o stress, o cansaço mental e físico,

- Auxilia no tratamento de câncer, nos problemas do sistema digestivo e é um grande aliado na hora de eliminar úlceras péptica, duodenal e pilórica.

Com todos esses atributos, até parece conversa de camelô ou um elixir da eterna juventude.

Na pecuária, vírus como o da febre aftosa, podem reduzir os temores dos veterinários.



Texto adaptado do Texto: Solon Dias e dos livros do Professor Antunes: “ O envelhecimento Humano: Uma causa, muitos Efeitos” – “ Nossos Alimentos, Nossas Doenças.” e “Terapia Ortomolecular Natural”.
- Artigos e pesquisas na net
- http://gfugeradordefrequencia.blogspot.com.br/

http://www.mundoeducacao.com/quimica/adsorver-absorver-qual-diferenca.htm



Legalmente é obrigatória essa declaração abaixo:
As informações, sugestões e idéias apresentadas neste documento são apenas para informação e não devem ser interpretadas como conselhos médicos, diagnóstico de doenças, ou para efeitos de prescrição.